Oficina de Documentário com imagens de arquivo chega a Salvador



Oficina de Documentário com Imagens de Arquivo, coordenada pela cineasta Mônica Simões, finalmente chega a Salvador, depois das edições de sucesso realizadas nos SESC Consolação e SESC CPF - Centro de Pesquisa e Formação, na cidade de São Paulo, nos últimos meses. A oficina em Salvador acontecerá no Palacete das Artes (Rua da Graça, 289, Graça, tel. 71 3117-6987), nos próximos dias 25 (19h às 21h), 26 e 27 (9h às 12h e 14h às 17h30) de maio. As inscrições estão abertas e são feitas através de contato com o endereço eletrônicomonicasimoes1955@yahoo.com.br. Mais informações são obtidas via telefone/whatsapp (11) 96250-7472 ou pelo mesmo endereço eletrônico. O curso tem apoio do Governo do Estado, através do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC) e Palacete das Artes (https://museupalacetedasartes.wordpress.com).

“A oficina trabalha com imagens do acervo particular de cada participante: fotografias, filmes ou vídeos”, explica Mônica Simões. Segundo ela, podem ser registros de viagens, festas de aniversário, casamentos, passeios, carnavais e ruas da cidade, dentre outros. “Podem ser imagens de qualquer assunto ou qualquer tema de um passado longínquo ou de um passado mais recente”, completa a cineasta. Ela destaca que o objetivo é provocar a arte de contar histórias através de imagens. “O grande desafio é transformar essas histórias pessoais em histórias universais”, relata. A oficina é aberta a pessoas de qualquer idade e profissão interessadas em memória e audiovisual. Como resultado final cada participante realizará um filme de até 01 minuto e vale lembrar que toda criação será realizada em sala de aula, inclusive a montagem. “Uma oficina onde o processo criativo é coletivo”, diz.

REFERÊNCIA NACIONAL – As oficinas em São Paulo contaram com dezenas de participantes e o ponto alto aconteceu no conceituado SESC/CPF (www.centrodepesquisaeformacao.sescsp.org.br) localizado no bairro de Bela Vista, na capital paulista. O SESC/CPF convidou Mônica especialmente para promover a oficina. Essa unidade do SESC é referência nacional para a formação, reflexão crítica e produção de conhecimentos no Brasil, promovendo cursos, palestras, encontros e debates nas áreas de Educação, Cultura, Arte, Gestão e Mediação Culturais, com cerca de 30 atividades fixas, além de outros cursos e ações.

Com 33 anos atuando como fotógrafa, roteirista, documentarista e cineasta, Mônica Simões é a cineasta baiana com trajetória mais longa e ainda atuante. Já participou de vários festivais nacionais e internacionais, como o de Cinema Latino-Americano em Buenos Aires, na Argentina, e o Women in America Film and Video Festival of San Francisco, nos Estados Unidos, dentre outros. Também foi vencedora de 13 prêmios, como os da ABAP (Associação Brasileira de Agências de Propaganda) por 'Merlin' (1994) e 'Quilombos Urbanos' (1995), os do Festival do filme Etnográfico do Rio de Janeiro por 'Uma cidade' (2001) e 'Negros' (2009), além de Editais como do Centro Cultural Correios por 'Eu sou neguinha? - retrospectiva' (2008) e do Matilde Mattos/Funceb por 'Intervenção Doméstica' (2008), dentre muitos outros.

O último filme de Mônica foi o longa-metragem 'Um casamento' (2017) que foi exibido em salas comerciais das cidades de Salvador, Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo. Acesse mais informações sobre Mônica Simões e seus trabalhos: https://goo.gl/cH62Dr. Confira a exposição multimídia e retrospectiva 'Eu sou neguinha?': https://goo.gl/vZekLJ. Conheça o projeto 'Intervenção doméstica' que ganhou o Edital Matilde Mattos/Funceb: https://goo.gl/b1XVWu. Assista aos vídeos produzidos nas oficinas em São Paulo nos SESC Consolação (https://goo.gl/8aD5oc) e CPF (https://goo.gl/11M9nt).

PALACETE – Atualmente considerado um dos mais importantes espaços culturais de Salvador, o Palacete das Artes tem notoriedade por acolher as mais diversas linhas e áreas artísticas de todo o país, promovendo troca de experiências e uma programação democrática e sofisticada, própria para o local onde está instalado. Construída em 1912 para abrigar a família do comendador Bernardo Martins Catharino, a edificação une os estilos eclético e neoclássico. O prédio antigo é composto por quatro pavimentos, enquanto o bloco de dois andares do Salão de Arte Contemporânea (SAC), conta até com uma sala de cinema, onde se dará a ‘Oficina de Documentário com Imagens de Arquivo’ de Mônica Simões. Mais dados: palacetedasartesrodinbahia.blogspot.com.


 SERVIÇO:

O QUÊ: Oficina de Documentário com Imagens de Arquivo
COORDENAÇÃO: Cineasta Mônica Simões
ONDE: Palacete das Artes - Rua da Graça, 289, Graça, tel. 71 3117-6987, setoreducativo.palacetedasartes@gmail.com
QUANDO: próximos dias 25 (19h às 21h), 26 e 27 (9h às 12h e 14h às 17h30) de maio de 2018
INCRIÇÕES: através do endereço eletrônico monicasimoes1955@yahoo.com.br
INFORMAÇÕES: tel/whatsapp (11) 96250-7472 ou monicasimoes1955@yahoo.com.br


Em 03.05.2018

Assessoria de Comunicação - Palacete das Artes
Jornalista Cleide Nunes - 71 3117-6997, 99974-5858
Texto: jornalista Geraldo Moniz (1498.MT/BA)
Contatos ASCOM/Palacete: 71 3117-6987 e cleide.palacetedasartes@gmail.com


OVERLOOK na Galeria ACBEU




Os lugares estão impregnados de humanidade e de paixões, e sob essa luz devem ser compreendidos, analisados e planejados. [...] paisagens das sensações e dos sentimentos: novas abordagens geográficas que se integram àquelas tradicionais.  (Beatriz Helena Furlanetto)


OVERLOOK integra a pesquisa de Andrea May para aprofundamento do tema “Ruídos no Percurso: uma tradução intersemiótica em processos artísticos na estética do ruído, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Universidade Federal da Bahia.

A obra parte do fluxo e refluxo dos resíduos, das práticas acumulativas e outros paradigmas, tal como a efemeridade das coisas. Estados de instabilidade retratados através de sistemas entrópicos.
Nos limites da matéria e dos elementos que ocupam o espaço e questionam a fragilidade da superfície, nas formações de pertencimento e caos; excesso e precariedade; refugo e poesia visual, os ruídos da Terra como manifestações de poder.

OVERLOOK é uma instalação embasada no conceito refuse (reutilização de descartados), a partir da coleta e tratamento de materiais diversos, orientado por questões estéticas onde o consumo ideológico alerta sobre uma perspectiva de paisagem cuja situação é imersiva. Objetos que alimentam sistemas de vulnerabilidade e contradições. Os fragmentos destas paisagens propostas são sedimentados por meio de ações performáticas como o noise turntablism (arte de criar efeitos sonoros com discos de vinil) que acontecerá na noite da abertura.


Andrea May é artista visual e sonora, curadora independente e mestranda em Processos Criativos em Artes Visuais – PPGAV/UFBA. http://www.andreamay.com.br

Raoni Gondim é artista-pesquisador em linguagens visuais contemporâneas, professor EBA/UFBA, doutorando em Processos Criativos em Artes Visuais - PPGAV/UFBA. 



Serviço

O que: Exposição Overlook
Quem: Andrea May
Quando: abertura, sexta, 20 de abril, das 19h às 22h; visitação de 23 de abril a 19 de maio, de segunda a sexta, das 14h às 20h
Onde: Galeria Acbeu – Av. Sete de Setembro, 1883 - Corredor da Vitória
Informações: (71) 3444-4411 - www.acbeubahia.org.br

EXPOSIÇÃO COLETIVA DE IDÉIAS


A Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia - UFBA convida para a Exposição Coletiva de Ideias que integra o Fórum Social Mundial - FSM entre 13 e 17 de março de 2018 em Salvador, Brasil. 

A mostra reúne propostas de mais de 20 países elaboradas a partir do tema “Como resistir no mundo de hoje?” em um ambiente de trabalho para formar um mural coletivo processual.
Workshops, onde serão materializados e discutidos as distintas abordagens e propostas, acontecerão todos os dias durante a mostra entre 16h-18h.


Países: Espanha, Alemanha, Togo, Colômbia, Guiné, Argentina, Bósnia, Hungria, Turquia, Bélgica, Áustria, Itália, Grécia, Equador, Portugal, Canadá, Chile, Zâmbia, Malawi e Brasil.

Participantes:



Abdoul-Ganiou Dermani - Adriana Araujo - Adriana Mosquera Sarmiento - Adriel Figuerêdo - Ágata Marcques- Ágatha Ursini de Moraes - Agnes Cajaiba Vianna - Alessandra Vaghi - Alexandre de A. Mourão - Alexinaldo Granela Borja - Alfredo Mascarenhas - Aline Brune - Aline Silva e Júlia Stanciole - Alma Gačanin - Alzira Maria Fonseca Moura - Amanda Café Matos Costa - Ana Carolina Pedrosa Pontes - Ana Luisa Santos - Ana Luiza Rangel Silva - Ana Miramar (Ana Luiza da Cunha Oliveira) - Andrea Aguia - Andrea Pech - Andréia Oliveira -  Anna Behatriz de Azevedo e Hélio Taf - er - Ant Bastos - Antonio José dos Santos Junior - Aristides de Azevedo - Artur dos Santos Prudente - Artur Matuck - Aryelle Almeida Silva - Arô Ribeiro - Beatriz Souza - Bel Mattos - Berta - de Oliveira Melo - Bia Gonçalves - Bismarck Almeida - Bruna Kuhn - Brólin - Cabaio Spirito - Caique oliveira - Camilo José Martín - Carlos Navarrete - Carlos Pesudo - Carol Pimentel - Cecilia Cavalieri - Cecilia Luján - Chaze Matakala - Cláudia Laux - Contente - Cristina Damasceno - Cristina Llanos Cruz - Damião Bispo de Santana - Daniela Fonseca Moura - Daniela Goulart - Daniel amaral - Daniela Steele - Daniel Soto Araujo - Dani Meira - Denilson Santana - Dilton Roberto Lopes dos Santos Júnior - Diogo Juliana Suzana - Eder Muniz - Eduardo Martins - Eleni Tomadaki – Balomenou - Emanuela Boccia - Estela Lapponi - Fabiana Dias Bastos - Fatmagül Mutlu - Felipe Augusto Barreto Rangel - Felipe Caires - Felipe Rezende - Fernanda Aiub - Fernanda Antônia da Silveira - Fernanda Azou Lima - Fernanda Martins de Oliveira Correa - Fernando José Caldeira de Andrada - Fiamma Viola - Flavio Marzadro - Florido - Flávio dos Reis dos Santos - Francisco Lopes - Gabriela Noujaim - Gabriel Bicho - Gabriel Bretas - Gabriel Oliveira - Gaspar - Gio Adriana - Giovanni Bertoletti & Karina Zen - Giulia Dias - Guilherme Ambrozio Rodrigues - Guilherme Bergamini - Guilherme Pilarski - Gustavo Pereira - Hanna Kowa - Hanna Rodrigues e George Varanese - Henrique Reis - Herik Wooleefer - Higo joseph - Hugo Houaye -  Hugo Pontes - Hélio Tafner - Iara Andrade de Oliveira - Igor Carvalho Barreto Pereira - Igor Morales Dionisio - Ingrid Erika Boer - Isabela Seifarth - Isabella Leite - Jamille Fortunato - Jardele Fagundes - Joel Carlos Carmo de Jesus - Joelma Felix Brandão - Joesér Alvarez - José Paulon - João Pedro Alencar Olivio - Judith Karine Cavalcanti Santos - Julia Andres - Juliana Lopes - Juliana Ochoa McCausland - Julina carlo Fagotti - Jéssica Matos Barreto - Jéssica Vesz - Katiane Maria dos Santos - Laerte Rodrigues - Lamb of Lemila (Lambi Chibambo) - Lautaro Fonseca Marziali - Layo Bulhão + Coletivo Residência 05 - Laz Camargo - Leandro Estevam - Leonardo Savaris - Leonardo Savaris - Leticia Lopes Rocha - Letícia Miranda - Leíner Hoki - Liz Under - Lorena Virgone - Luan Bittencourt - Luciane Miranda de Paula - Ludmila Britto - Luisa Callegari - Luiz Ferreira - Luma Flôres - Luís da Paixão Silva de Jesus - Mabell Fontes - Majuí Mendes Tavares - Manuela Costa Silva - Mara Freire - Marcela Avellaneda - Marcelle Manacés - Marcelo Delfino - Marcelo Rosa Campos - Marcos William Santos de Oliveira - Mar de Paula - Maria Ferreira - Maria Natalia Silva do Nascimento - Marilia Joelma Mottin - Markson Rangel Silva - Martha Benavides - Martha Malaquias da Silva - MASSAPE (Adeildo Eugenio dos Santos) - Matheus Bellini - Matheus Folha - Matheus Silva Lins - Max de Souza Reis - may + junix - Michel Degas - Milena Morvillo - Millena Moreira Fontes - Miriam Lopes Belo - Mirian Fabiola Guaillaguaman Concha - Mohamed Lamine KABA - Nadia Virginia Carneiro - Natalie Mirêdia - Natasha de Albuquerque - Nathan Braga - Natã Ferreira - Nayara Alves Felício - Nicolas Pablo Perrone - Nildo Jeans Soares da Rocha - Nina Fountedakis - Nícolas Elifas Lima de Oliveira - Observatório-móvel - Nara Milioli - Pablo-Martín Córdoba - Paula Autran - Paula Lima (Sá Lima) - Pedro Mendes - Pilar Rocha  - PorcaFlor - Priscila Costa Oliveira - Péricles Mendes da Silva - Rafaela Micheloni - Rafael Duarte Oliveira Venancio - Rafael Santos Câmara - Raimundo Muniz Carvalho - Raoni Gondim - Raquel Ribeiro Silva - Rebeca Teixeira - Reginaldo Luiz Cardoso - Renata Cruz - Renata Cytryn Alves Nascimento - Roberta Camargo - Roberta Nascimento - Rodrigo Machado - Rodrigo Marques de Almeida - Rodrigo Seixas - Rogério Suzart - Rosa Bunchaft - Rosalvo Oliveira Filho - Rubens Passaro - Rômulo Henrique Santana - Samantha Nascimento da Silva - Sineimar Renato - Solange Valladão - Stéfani Trindade Agostini - Szabina Góré -  Taise Dourado - Talitha Andrade - Tarcísio Paniago - Tarsila Goulart Mello Vianaa - Thales Francelino Gois Reis - Thiago de Andrade Morandi - Thiago Flores Madruga - Thiago Toes - Tiago Cruz - Totit Mariana (Mariana Felicio) - Túlio Modesto - Valber Santos Silva (Di Salvatori) - Vanessa Obem - Viga Gordilho - Vinicius Duque Estrada - Virginia de Fátima de Oliveira e Silva - Vladimir Santos Oliveira - Wagner da Silva Barreto - Weslei Barba - Wilma Farias Gois - Yago Toscano - Ynaê Cortez - Yohanna Marie - Zandra Coelho de Miranda - Zelinda dos Santos Barros - Zé Pimenta







Equipe:
Coordenação: Bem Comum EBA/UFBA
Organização: Bruna Moreno, Ines Linke, Thays Tyr, Tininha Llanos
Colaboradores: Felipe Caires e Felipe Rezende
Identidade Visual: Luma Flores
Montagem: Artur Prudente, Bruna Moreno, Felipe Rezende, Ines Linke, Luma Flores, Matheus Lins
Comissão: Ines Linke, Lanussi Pasquali Tininha Llanos, Uriel Bezerra.

SERVIÇO
Exposição Coletiva de Ideias
"COMO RESISTIR NO MUNDO DE HOJE?"
Visitação: 12 a 17 de março de 2018, de segunda a sexta, das 9h às 18h
Local: Galeria Cañizares - Escola de Belas Artes, UFBA
Avenida Araújo Pinho, 212


Fotos: May

MARÉ | Releituras Estéticas sobre o mar



A Galeria José Guilherme Merquior do Centro Cultural Brasil-México (Embaixada do Brasil), juntamente com o Programa Flotar, realizará a exposição MARÉ: Exposição Artística, Repetição Estética 1ª Edição, de 6 de março a 6 de abril de 2018, em a cidade do México. A ação artística é baseada em manifestações culturais brasileiras.

A exposição sintetiza como o mar pode evocar, perpetuar a palavra, o símbolo e a forma, através do encontro e trabalhos de artistas brasileiros da cidade de Salvador (Bahia) e Aracajú (Sergipe), entre os quais se destaca o artista sonoro de Andi Sena, Attila historiados e artista sonoro, Davi Caramelo, artista visual da Bahia, Felipe Rezende, artista visual, Yohanna Marie, artista e artista visual, MAY (artista visual e sonoro) + JUNIX ((músico e produtor), Mayara Ferrão, artista visual, artista Kauam Pereira artista e artista visual, designer Luma Flores e Samuca Santos, artista visual e artista de arte urbana, suas obras são baseadas em técnicas misturadas, serigrafia, pintura, instalações, aquarelas, instalação de video, arte sonora e foto-performances e questões de endereço em torno do tópicos sobre o mar e outras variações com o cotidiano, a cultura e a memória.
Seus trabalhos são baseados em técnicas misturadas, serigrafia, pintura, instalações, aquarelas, instalação de video, arte sonora e foto-performances, e abordar questões relacionadas ao mar e outras variações do cotidiano, da cultura e da memória.

MARÉ é uma mistura entre o natural (mar) e o ontológico (sujeito), em uma releitura artística contemporânea. Refletindo sobre o trabalho Yemanja, (serigrafia) do artista baiano Davi Caramelo, "configura e exalta a divindade feminina, rainha das águas salgadas, do culto afro-religioso da Bahia, em uma reinterpretação constante das identidades coletivas imaginárias e africanas em Brasil e seus aspectos diaspóricos ".
Além da exposição artística, um programa educacional será integrado a workshops, conferências, mediações e uma série cinematográfica brasileira cujos filmes têm como tema ou sub-tema o mar e as relações étnico-raciais no Brasil. Barra Vento, do renomado cineasta brasileiro Glauber Rocha, Copacabana Mon Amour de Rogério Sganzela e outros estarão em exibição.



Produção: Centro Cultural Brasil-México (Embaixada do Brasil) e Programa Float.
Curador e Expiação: Juci Reis e José Vázquez
Programação educacional: Kauam Pereira
Direção: Ana Gilka Duarte
Datas: 6 de março a 6 de abril de 2018
Horário: das 09:00 da manhã às 7:00 da.m.
Entrada livre
Galeria José Guilherme Merquior do Centro Cultural Brasil-México
San Francisco 1220, Colonia Insurgentes San Borja, Benito Juarez
CDMX, México